Sob o novo acordo, Murphy irá produzir séries e filmes exclusivamente para o canal de streaming, deixando no passado a sua histórica relação com a 20th Century Fox.

Ryan Murphy está de mudança. O prolífico produtor de American Horror Story, American Crime Story, 9-1-1, Feud, entre outras, assinou um contrato de produção de US$ 300 milhões e troca a Fox pela Netflix.

Foto: Frazer Harrison/Getty Images / AdoroCinema

Até então, todas as séries de Murphy eram produzidas pela 20th Century Fox, e exibidas pela Fox (Glee, Scream Queens, 9-1-1) ou pelo FX (AHS, ACS, Feud, Pose). Sob o novo contrato, de cinco anos, o produtor deverá criar séries e filmes para serem lançados diretamente no canal de streaming, a partir do dia 1º de julho de 2018.

Murphy já havia acordado dois negócios com a Netflix nos últimos meses: o primeiro trata-se da série Ratched, que será protagonizada por Sarah Paulson e contará a história de origem da enfermeira Ratched de Um Estranho no Ninho. O segundo trata-se de The Politician, uma série política e musical que será protagonizada por Ben Platt.

Ratched: Sarah Paulson será diabólica enfermeira de Um Estranho no Ninho em série de Ryan Murphy para Netflix

A decisão de Murphy é um grande impacto tanto para a Disney quanto para a Netflix. O seu contrato com a 20th Century Fox, e consequentemente com o FX Networks, vinha de longa data, e Murphy sempre teve uma relação pessoal muito íntima com John Landgraf (presidente do FX) e Dana Walden (ex copresidente dos canais Fox). No FX, o produtor sempre teve carta branca, um ponto de orgulho pessoal para Landgraf.

Com a aquisição da Fox pela Disney, o CEO Bob Iger teria pessoalmente entrado em contato com Murphy para garantir a sua permanência, uma vez que seu atual contrato espira no fim do próximo mês de junho. Durante o último TCA, Murphy havia comentado que não estava preparado para o que iria acontecer após a fusão, mas estava "esperançoso".

"Quando eu comecei em 2003, me disseram que eu era uma pessoa não-empregável, muito específico e de nicho", havia dito no início deste janeiro, durante o evento. "Eu fiz Nip/Tuck, que foi a minha primeira série que funcionou, e me foi dada prioridade daquele ponto para criar com Brad Falchuk e Tim Minear [...] No papel, o que os meus projetos têm em comum é o fato de que não deveriam ter dado certo."

Mas a grande conquista da Netflix é um segundo grande passo para consolidá-la ainda mais no negócio da produção de séries para todos os públicos. No ano passado, Shonda Rhimes também chocou a indústria ao deixar a ABC pela gigante do streaming. Agora, a Netflix basicamente abocanhou as duas pessoas mais prolíficas e rentáveis da televisão americana. O que vem depois?

Vale lembrar que as séries já em produção de Murphy para o FX ou para a Fox seguem normalmente. Além das próximas temporadas de American Horror Story , American Crime Story , Feud e 9-1-1 , há a ainda inédita Pose , prevista para o fim de 2018.

AdoroCinema

Siga-nos

 

Mais Lidos