Família Gupta está envolvida em escândalo de corrupção que afeta o presidente do país; partido espera que Zuma renuncie nesta quarta.

A polícia sul-africana revistou nesta quarta-feira (14) a residência da família Gupta, envolvida em um escândalo de desvio de recursos e tráfico de influência que afeta o presidente Jacob Suma.

A operação "está vinculada" ao escândalo de corrupção que envolve o presidente Jacob Zuma, disse à AFP Hangwani Mulaudzi, porta-voz da polícia.

A TV estatal afirma que duas pessoas foram presas, incluindo um membro da família Gupta.

A operação acontece no dia em que se espera que Jacob Zuma anuncie se renuncia à presidência, como exige o seu partido, o Congresso Nacional Africano (ANC).

O governo havia anunciado que Zuma daria uma entrevista coletiva às 6h (horário de Brasília), mas depois voltou atrás.

Siga-nos

 

Mais Lidos