Democratas acusam Trump de tentar descreditar polícia e Justiça para evitar ser investigado; comissão analisa na segunda (5) se autoriza divulgar novo memorando contrário a republicanos.

O Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos vai analisar na segunda-feira (5) se divulga a réplica democrata a um memorando republicano que alegou viés contra o presidente Donald Trump no FBI e Departamento de Justiça, disseram duas fontes à Reuters.

O grupo , que divulgou na sexta-feira o documento republicano, decidirá se deve retirar o sigilo do memorando dos democratas, que destacam falhas e outras deficiências do texto republicano.

Investigação sobre laços com a Rússia

O memorando divulgado nesta sexta acusa autoridades federais de abusar de sua autoridade quando pediram permissão para investigar Carter Page, ex-assessor de Trump, sobre laços com a Rússia e um suposto conluio durante a campanha presidencial.

Também afirma que o vice-procurador-geral dos EUA, Rod Rosenstein, que supervisiona o procurador especial Robert Mueller, à frente da investigação, aprovou o prolongamento da investigação sobre Page em 2017.

Os democratas do Comitê de Inteligência da Câmara classificaram o documento como "um esforço vergonhoso de descreditar" o FBI, o Departamento de Justiça e a investigação federal sobre os supostos laços com a Rússia.

Siga-nos

 

Mais Lidos