Vítima de 35 anos retornou à oficina após comprar peça e suspeitos chegaram no local. Infrator descarregou uma arma de fogo e em seguida atirou com outra arma na vítima.

Um homem de 35 anos foi assassinado a tiros na última quarta-feira (14) em uma oficina mecânica localizada no Setor Jardim Primavera, em Alto Paraíso (RO), no Vale do Jamari. A vítima trabalhava como mecânico no estabelecimento.

De acordo com a Polícia Militar (PM), os suspeitos chegaram no local em uma motocicleta e o passageiro foi até a direção da vítima, onde sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos. O infrator ainda sacou outra arma e efetuou disparos na região da cabeça.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram informados de que havia acontecido vários disparos de arma de fogo no estabelecimento e foram até o local para verificar. Na oficina, os militares se depararam com o mecânico caído em meio a uma poça de sangue na região da cabeça. Uma ambulância do Hospital Municipal foi solicitada e ao chegar na localidade constatou que a vítima estava sem vida.

Ao coletar as informações, os funcionários da oficina contaram que a vítima havia saído para comprar uma peça que seria utilizada em um serviço e ao retornar ao estabelecimento, dois suspeitos chegaram em uma motocicleta. O passageiro do veículo desceu, levantou o capacete e caminhou até a direção da vítima, onde sacou uma arma de fogo e efetuou vários disparos.

Após a arma descarregar, as testemunhas disseram que o suspeito sacou uma outra arma e efetuou disparos na região da cabeça da vítima, que já estava no chão. Ao perceber os disparos, os funcionários da oficina começaram a correr para não serem atingidos. O suspeito retornou até a motocicleta e fugiu do local com o comparsa sentido a Linha C-85.

A esposa da vítima, que trabalha no escritório da oficina mecânica, saiu para verificar o que havia acontecido e viu o marido com as perfurações causadas pelos disparos. A mulher precisou ser atendida por uma equipe médica, pois estava em estado de choque.

A PM isolou o local do crime e acionou a perícia técnica para realizar os trabalhos investigativos. O corpo da vítima foi liberado a uma funerária de plantão, que o encaminhou até o Instituto Médico Legal (IML) de Ariquemes (RO). O caso foi registrado pela PM na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp) de Ariquemes, onde a Polícia Civil investiga o homicídio.


Mais Lidos

Publicidades