Uma cabine de votação será aberta no departamento consular da Embaixada da Rússia, na capital norte-coreana, Pyongyang.

A informação foi divulgada pela embaixada da Rússia em sua página no Facebook nesta terça-feira (01).

De acordo com a embaixada, há apenas um cidadão russo, Vladimir Li, que vive permanentemente na Coreia do Norte.

"Nossa embaixada mantém contatos permanentes com Vladimir, o visita regularmente e o convida para visitar a embaixada, além de prestar assistência necessária, quando preciso. Como cidadão russo, ele participa de eleições realizadas em nosso país. Em 18 de março, Vladimir visitará Pyongyang, em particular, a cabine de votação 8163, que será aberta no departamento consular da nossa missão diplomática", afirmou a embaixada.

Segundo a postagem, no início da década de 1950, um norte-coreano que trabalhava na península de Kamchatka, na Rùssia, conheceu uma mulher soviética e eles se apaixonaram. Eles se casaram, tiveram filhos e depois se mudaram para a Coreia do Norte. Após a morte de seu marido, a mãe de Vladimir resolveu voltar para a Rússia, mas Vladimir decidiu ficar para poder se casar.

A eleição presidencial russa está prevista para 18 de março, enquanto a campanha oficial começou em 18 de dezembro.


Publicidades