Agência do país norte-americano considerou seguro para consumo o produto obtido a partir de variedade Bt desenvolvida pelo Centro de Tecnologia Canavieira

A agência responsável por avaliar a segurança e o valor nutricional de alimentos no Canadá aprovou o consumo do açúcar produzido a partir de cana transgênica desenvolvida no Brasil. A informação foi divulgada na última semana pelo Centro de Tecnologia Canavieira (CTC), que criou a variedade de cana geneticamente modificada, a primeira do mundo.
De acordo com o comunicado, o Health Canada considerou o açúcar proveniente da cana transgênica brasileira tão seguro e nutritivo quanto os provenientes de variedades convencionais. 
 
“Estamos muito contentes com esse parecer favorável da Health Canada, uma importante agência reguladora no cenário internacional, com longa experiência de avaliação dos produtos da biotecnologia. Este é um importante passo na obtenção das aprovações internacionais do açúcar produzido a partir da cana geneticamente modificada nos principais países importadores”, afirma o diretor de Assuntos Corporativos do CTC, Viler Janeiro.
 
O açúcar aprovado pela agência canadense é proveniente de uma variedade Bt do CTC resistente à broca da cana (Diatraea saccharalis), que causa perdas estimadas em R$ 5 bilhões por ano. A Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) reconheceu a segurança da cana Bt e aprovou seu uso comercial em junho de 2017.


Mais Lidos

Publicidades