Confira as principais notícias sobre mercado agropecuário, dólar e previsão do tempo para começar o dia bem informado

O volume de negócios no mercado do boi gordo na sexta-feira foi menor. Muitos frigoríficos estiveram fora das compras aguardando esta semana para retomar os negócios.

No geral, o cenário foi de cotações travadas. No balanço de todas as praças pesquisadas, as cotações nos últimos sete dias caíram 0,3%, ou seja, ficaram praticamente estáveis.

Esse número revela um quadro de equilíbrio entre oferta e demanda. A ponta vendedora endurece as negociações e resiste em entregar boiadas com ofertas de compra abaixo da referência, já que a capacidade de suporte dos pastos garante essa estratégia.

Já pelo lado dos compradores, não há necessidade de intensificação das compras, porque a oferta tem sido suficiente para atender a demanda. O escoamento está lento.

Segundo a XP Investimentos, há relatos, inclusive, de redirecionamento da produção das plantas paulistas para plantas vizinhas, visando otimizar a produção e recuperar as margens operacionais. Com escalas “folgadas”, dada baixa necessidade de aquisição de animais, frigoríficos seguem testando referências até R$ 3 por arroba abaixo da média.

Para o curto prazo, com a segunda quinzena do mês, o consumo não deverá animar e poderá desajustar o equilíbrio vigente. O cenário para os próximos dias é entre estabilidade e queda nos preços.


Mais Lidos

Publicidades