Estilo de vida

Ambiente familiar: 3 dicas para superar as dificuldades

O ambiente familiar é formado pela família, ou seja, indivíduos que vivem no mesmo local e que formam relações familiares, podendo ou não ter laços sanguíneos, como os pais, avós, filhos, padrasto, madrasta, tios e primos.

A relação entre essas pessoas precisa ser saudável e positiva, caso contrário, prejudica o desenvolvimento das crianças, a sensação de bem-estar de todos os envolvidos e desencadeia uma série de problemas emocionais.

As pessoas têm uma visão romantizada de família, e isso se deve às imposições da sociedade e ao modo como a mídia de massa mostra o núcleo familiar em propagandas de TV, produções para a televisão, e assim por diante.

O fato é que não existe família perfeita, mas isso não significa que seus membros não precisam privar por uma convivência pacífica e respeitosa.

Quando existem muitos problemas dentro do ambiente familiar, principalmente de convivência, outros aspectos da vida são impactados. É fundamental equilibrar as relações para que elas sejam positivas e proveitosas para todos.

Para entender um pouco mais sobre esse assunto, vamos explicar a importância do ambiente familiar saudável, como melhorar as relações entre os familiares e dar dicas para superar as dificuldades nesse sentido.

Importância de um ambiente familiar saudável

A família é a base da sociedade e é o primeiro alicerce do indivíduo, antes mesmo da escola. Por conta disso, é crucial para a formação de crianças e adolescentes.

A preocupação com os filhos é normal, principalmente para os pais, que sonham com suas conquistas e desejam a eles um futuro brilhante.

Mas na busca por esse sonho, acabam impondo uma rotina extremamente agitada e enchem a agenda de crianças e adolescentes com vários compromissos, como:

  • Curso de idioma;
  • Esportes;
  • Dança;
  • Atividades extras.

Quando a criança ou adolescente entra no closet planejado com banheiro para tomar banho no fim do dia, está exausta.

Preparar os pequenos para que sejam independentes é importante, mas eles não devem se transformar em máquinas para o mercado de trabalho.

É importante lembrar que este não é o único papel da família. Na verdade, os pais e outros adultos que convivem no seio familiar são os principais responsáveis pela educação das crianças e devem ser seu porto seguro.

No dia a dia, são os adultos que transmitem exemplos de atitudes e comportamentos, que no futuro serão copiados pelas crianças.

Uma família saudável proporciona todas as habilidades necessárias para o futuro, como pensar antes de agir, ter empatia, ser capaz de superar perdas, lidar bem com frustrações e saber interpretar sentimentos e comportamentos.

Os cuidados com higiene, tanto pessoais quanto com a moradia, por meio de lavagem de tapetes residenciais, também são ensinados dentro de casa.

A família promove autoconfiança, autocrítica, autoestima e até mesmo postura empreendedora, e é assim que as crianças vão desenvolver boas relações interpessoais.

O ambiente familiar ainda é o primeiro lugar onde os pequenos desenvolvem suas habilidades, e elas precisam ser estimuladas logo nos primeiros meses de vida.

Vários aspectos cognitivos, como linguagem, resolução de problemas e capacidade de abstração são ensinados pela família, e desde bebês os filhos aprendem essas práticas que serão levadas por toda a vida.

Se você deseja ter filhos emocionalmente inteligentes, precisa ensiná-los a educar as emoções. Não é bom e nem saudável proteger as crianças de sentimentos comuns, como frustração e tristeza.

É claro que elas precisam ser felizes, mas em vários momentos da vida terão de enfrentar algumas situações que não são tão boas.

Quando o indivíduo sabe trabalhar em seus próprios sentimentos, está menos sujeito a depressão, ansiedade, excesso de agressividade e outros problemas de ordem psicológica.

As crianças precisam vivenciar a infância em sua plenitude, o que envolve correr alguns riscos, ter tempo para brincar, ter contato com outras crianças, conhecer um pouco mais a natureza, frequentar a escola, e assim por diante.

Os pais passam o dia todo no trabalho, como no caso dos funcionários de uma empresa de mudança industrial com içamento, mas quando chegam em casa, não devem proteger os filhos a todo o custo.

Não se deve poupar as crianças de frustrações, medos e até solidão. Obviamente, esses sentimentos precisam acontecer de maneira natural e nunca em excesso, mas precisam ser experimentados em algum momento da infância.

Se a família é saudável, então o desempenho escolar naturalmente será bom, portanto, não adianta matricular o filho na melhor escola do país se você nem mesmo consegue conversar com ele e o clima em casa é desagradável.

Ele não vai aprender porque simplesmente não tem interesse em aproveitar o tempo na escola, mas existem maneiras de melhorar as relações entre os familiares.

Como melhorar as relações familiares?

Em algumas épocas do ano, como no Natal, quando preparamos deliciosas ceias com frutas secas natalinas, a tendência é ver a família unida e feliz, mas é ao longo do ano que as coisas podem mudar.

A convivência acontece todos os dias e ela abre muitas brechas para os desentendimentos, e isso acaba prejudicando a convivência entre os membros do núcleo familiar.

A boa notícia é que existem várias maneiras de resolver essa questão, e algumas dicas para fazer isso são:

Ter empatia

A primeira coisa que cada integrante do grupo familiar precisa fazer é ter empatia com o próximo, ou seja, saber se colocar no lugar do outro e compreender o que ele está pensando e sentindo.

Lembre-se de que cada pessoa sente de uma maneira e se você for capaz de compreender a posição do próximo, os problemas serão mais fáceis de resolver.

Respeitar os espaços

Assim como em uma confecção de camiseta personalizada formatura cada funcionário exerce uma função, dentro de casa cada pessoa tem seu espaço.

É dentro dele que fazemos escolhas e tomamos decisões relacionadas à vida, e queremos ser respeitados nesse sentido.

Se não houver respeito, as relações se tornam invasivas e este é o caminho perfeito para o desgaste, portanto, seja prudente e respeite o espaço do outro.

Ter bom senso

Se você sabe que falar sobre alguma coisa é desagradável na presença da família, não tem sentido falar. Agora, se é necessário dizer alguma coisa para resolver um problema, tenha bom senso na hora de fazer isso.

Procure uma abordagem mais tranquila e respeitosa e só faça isso se realmente for necessário. Pense muito antes de falar, principalmente na hora da raiva, pois as palavras machucam e podem prejudicar as relações.

Como superar as dificuldades?

Uma família é feita de momentos tristes e felizes, como fazer uma festa surpresa com banner para aniversário personalizado e comemorar mais um ano de vida do filho ou da esposa.

Mas as dificuldades também existem e elas podem ser superadas com algumas atitudes simples, como:

1.    Saber perdoar

Vamos começar com essa dica porque, geralmente, quando existe alguma dificuldade ou problema no âmbito familiar, também existe alguém magoado.

Guardar mágoas e sentimentos negativos não te leva a lugar nenhum, pelo contrário, machuca você mesmo e cria um clima desagradável dentro de casa.

Pense que perdoar é tirar algo de ruim que alguém fez com você e entregar de volta para essa pessoa. Você está livre de culpa e o outro vai se sentir melhor com a situação.

2.    Ter tempo para a família

Há quanto tempo você e sua família não se reúne em uma churrasqueira gourmet externa para um almoço de domingo?

Sabemos que o dia a dia está cada vez mais corrido, mas certamente existe um espaço na sua agenda que caiba as pessoas mais importantes para você.

A falta de tempo desgasta as relações, principalmente com os filhos. Muitas crianças querem apenas a atenção dos pais, seja para uma conversa sobre o que fizeram na escola, para falar de um problema ou simplesmente para assistir a um filme.

Encontre um momento adequado para estar com sua família, pois isso vai fazer muito bem para todos.

3.    Trabalhar a inteligência emocional

Como última dica, procure ajuda para trabalhar a inteligência emocional, pois pessoas fortes emocionalmente conseguem lidar com seus próprios sentimentos e até com os sentimentos dos outros.

Procurar ajuda de um psicólogo vai te ajudar a encontrar maneiras de resolver os problemas familiares e vocês terão bons momentos juntos, mesmo ao preparar o jantar com um avental personalizado confeitaria.

Considerações finais

Quem tem uma família feliz tem tudo, pois mesmo com os seus defeitos (o que é normal), são essas pessoas que nos fortalecem, nos acolhem e nos ajudam em diferentes momentos da vida.

Não desperdice o tempo com um mal entendido e situações que afastam você de quem realmente importa, pois existem muitas maneiras de consertar as coisas e melhorar o relacionamento no ambiente familiar.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo