Business

Aprenda a definir seu nicho de mercado

O empreendedorismo é uma frente de atuação em alta no país e no mundo, e que acontece independente do nicho de mercado. Mas, para que os empreendedores possam ter sucesso em suas estratégias, é essencial dispor de um bom planejamento.

O planejamento é a etapa essencial, analisando o cenário de grandes empresas e também de pequenos negócios locais, como um empreendimento especializado na instalação de portões automáticos.

Através de um planejamento detalhado, pode-se obter visibilidade sobre as necessidades do segmento, compreender a demanda do público e ainda conhecer a concorrência, bem como suas ações.

Mas, previamente à elaboração de um planejamento, é crucial trabalhar na segmentação, pois, somente assim, as informações e levantamentos inclusos no planejamento serão o suficiente para surtir resultados positivos.

Considerando o volume de informações e possibilidades no mercado de modo geral, é comum que os empreendedores e gestores sintam dificuldades em determinar o nicho de mercado ao implementar um plano de ação estratégico.

Aliás, cabe validar que uma empresa pode estar no escopo de um ou mais nichos, tendo em vista o tipo de solução oferecida ao público e os preços praticados. Algo que exemplifica esse cenário são os prestadores de serviços para casa e construção.

Certo empreendedor nesse ramo que atende desde projetos grandes de fechamento de varanda com vidro de correr, até esferas mais simples, de acordo com o desejo dos clientes, tem diferentes nichos de mercado.

Por isso, é ideal que as empresas tenham o entendimento de seus respectivos nichos de atuação, desenvolvendo a segmentação adequada.

O que é nicho de mercado?

O nicho de mercado corresponde a uma determinada parcela de grupos de pessoas atendidas por empresas ou marcas, as quais compartilham interesses em comum.

Para um melhor entendimento, deve-se diferenciar os significados conceituais dos termos mercado, segmento e nicho.

O mercado corresponde a um departamento específico, como a área de cosméticos, produtos de limpeza ou a prestação de serviços diversos, como climatização de ambientes.

Já o segmento, é uma parcela menor que corresponde a interesses mais aprofundados. No caso do mercado de cosméticos, há o segmento de cremes para cabelo ou, ainda na climatização de ambientes, há a climatização com ar condicionado, por exemplo.

O conceito de nicho trata-se de uma pequena parcela atendida dentro de um segmento voltado a um mercado em específico. Como a prestação do serviço de climatização de ambientes comerciais com ar condicionado.

Os termos em pauta são frequentemente confundidos, já que o corriqueiro é que as pessoas não tenham o entendimento de tais diferenças e sua aplicação no dia a dia. No entanto, ao elaborar estratégias é possível compreender o funcionamento.

Assim, o mercado é uma análise macro, o segmento é o direcionamento para um ramo e o nicho é o recorte feito a partir das preferências organizacionais, levando em consideração o posicionamento de concorrentes, complementares e consumidores.

Por serem métricas minuciosas, as informações obtidas com a determinação do nicho conferem a perspectiva ideal para a implementação de um plano de ação estratégico.

Por isso, pode-se afirmar que o conhecimento do nicho de mercado é essencial para empresas dos mais variados segmentos, incluindo uma clínica da medicina do trabalho focada em exame ocupacional demissional.

Como determinar o nicho?

A determinação do nicho de atuação requer uma análise no ambiente interno da empresa, ou seja, o empreendedor deve entender quais as efetivas necessidades do negócio e como ele agrega no dia a dia de seus clientes.

Além disso, algumas vantagens encontradas com a confirmação do nicho são destacadas, podendo enfatizar a sua relevância aos negócios. Elas são:

  • Assertividade na prospecção;
  • Especialização no segmento;
  • Economia nos processos;
  • Ganho de notoriedade no mercado.

Esses são alguns dos principais benefícios, os quais podem ser vistos de primeiro momento após a definição de um nicho.

Apesar de as vantagens serem eminentes, os indivíduos sentem dificuldade para determinar a frente de atuação. Aliás, esse é um movimento comum, já que o cenário do mercado brasileiro, em geral, está em pleno desenvolvimento.

Em outras palavras, isso quer dizer que os negócios no Brasil estão passando por mudanças advindas de estudos, podendo considerar que estes, em suma, são trazidos do exterior e adaptados conforme o contexto posteriormente.

O resultado da sequência de fatores em pauta é a dificuldade de empresários, empreendedores, sócios e gestores em compreender os conceitos e aplicá-los no seu cotidiano e no fluxo de trabalho.

Então, analisar o passo a passo detalhado e contextualizar com o cenário interno do negócio é o caminho ideal para promover a determinação do nicho e, assim, alavancar as taxas de conversão de mesa para escritório plataforma 4 lugares.

1. Defina a missão, visão e valores

A missão, visão e valores são aspectos internos de um negócio que refletem diretamente no propósito geral. Ou seja, aquilo que a empresa defende, de acordo com sua frente de atuação, e o que efetivamente deseja entregar ao público.

Para facilitar a determinação do nicho, alguns questionamentos devem ser levantados. O primeiro ponto é saber o que motivou o empreendedor a abrir o próprio negócio e passar a oferecer suas qualificações técnicas de maneira autônoma.

Depois disso, deve-se compreender como o método desenvolvido ou a funcionalidade do bem ou serviço irá agregar na vida dos consumidores, ou seja, quais os objetivos gerais e específicos que se destacam.

Para uma psicóloga que realiza avaliação psicológica infantil, a missão, visão e valores são os pontos cruciais na escolha do nicho, pois garante que as estratégias estejam atreladas com as metas internas e a demanda do público.

2. Entenda quais são os diferenciais

Após averiguar os questionamentos que levam ao entendimento do propósito organizacional, deve-se analisar os motivos que despertam o interesse do público e o porquê os clientes deveriam optar pelo fechamento com o negócio e não com concorrentes.

Para uma fábrica de materiais escolares e de escritório, o principal diferencial de seu produto está no processo produtivo, já que optou por incluir processos e insumos sustentáveis na fabricação de bloco personalizado 10×15.

Com a inclusão de melhorias processuais, consequentemente, há a adição de vantagens competitivas e comparativas. Isto é, gerar valor na solução que está sendo apresentada ao cliente, fator que é vantajoso e necessário no cenário atual econômico.

Os países democráticos, em suma, possuem a característica de livre-comércio em seu plano econômico, o que significa que existe a livre comercialização de bens e serviços, propondo o fim aos oligopólios e monopólios.

Embora o livre-comércio seja positivo, tal modelo é desafiador, uma vez que os consumidores têm diferentes alternativas de fornecedores para petrifilm ec. Na prática, isso exige que as corporações busquem constantemente por melhorias.

Com isso, ao destacar os diferenciais de um negócio, além de corroborar para o atingimento do nicho adequado, pode-se obter oportunidades mais assertivas de fechamento de vendas e pedidos.

3. Estude o mercado e os principais players

Tão importante quanto o contexto interno das empresas é a análise de fatores externos que impactam os negócios. Considerando, nesse sentido, o posicionamento de organizações concorrentes e similares.

Observando o propósito do livre-comércio, nota-se que o modelo econômico torna as negociações desafiadoras porque, além de destacar seus diferenciais, as empresas devem compreender as ações regulares no mercado.

As PMEs (Pequenas e Médias Empresas) são negócios que surgem a partir do espírito empreendedor, e o seu funcionamento se dá de maneira independente, com a ausência de capital estrangeiro e de terceiros.

Por esse motivo, os líderes de PMEs têm preocupações adicionais em função do fluxo de caixa quando comparado com as grandes empresas, já que essas últimas dispõem do apoio e investimento de terceiros para seu funcionamento.

Portanto, o apelo é que os empreendedores e líderes de PMEs desenvolvam estratégias assertivas, inclusive na definição do nicho de mercado. É válida a realização de um estudo de mercado com o mapeamento da concorrência e de empresas similares.

3. Conheça os clientes

O comportamento do público é fundamental na determinação do nicho, mas as empresas só podem acertar na escolha do nicho se buscarem paralelamente compreender o modelo de consumo dos clientes em potencial.

Deve-se questionar sobre as características destes clientes, mapear os meios de comunicação utilizados, mas também é essencial entender os desejos dos clientes e as suas dores.

Para auxiliar nessa etapa, é válido contar com o apoio da buyer persona. Esse é um indicador da área de marketing que aponta para a definição do perfil de cliente ideal, aquele que corresponde com as expectativas e propósitos da empresa.

Considerações finais

O empreendedorismo pode ser compreendido como um fenômeno no Brasil e no mundo, que tem tirado os colaboradores de sua zona de conforto e despertando neles o espírito de liderança e protagonismo.

Contudo, para que um negócio consiga ser consistente diante dos desafios, é essencial dispor de técnicas, como a determinação do nicho de mercado ideal.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo