Mulheres empoderadas, unidas!

Nicole Kidman vai apoiar o The Writers Lab (Laboratório dos Escritores, em tradução livre), programa fundado em 2015 por Meryl Streep, destinado a transformar roteiros de mulheres acima de 40 anos em produções de cinema e televisão.

Foto: Getty Images / AdoroCinema

A atitude da atriz de Moulin Rouge e Big Little Lies vai seguir o exemplo de outras apoiadoras como Oprah Winfrey. No último SAG Awards, no qual Kidman foi premiada por seu desempenho em Big Little Lies, a artista saudou as oportunidades para atrizes com mais de 40 anos e clamou à indústria que receba mais mulheres assim. Ao decidir apoiar o The Writers Lab, ela disse: "Que ideia maravilhosa — um espaço para que as mulheres trabalhem umas com as outras para desenvolver as histórias que querem contar. Eu já sou uma fã."

O Writers Lab 2018, que será realizado de 25 a 29 de setembro, terá um grupo de roteiristas mulheres em um retiro de desenvolvimento de roteiro de quatro dias com as mentoras Pamela Gray, Mary Jane Skalski e Pat Verducci agendadas para participar. No programa, organizado pelo New York Women in Film and Television e pelo IRIS, mulheres selecionadas são orientadas por famosas da indústria que as ajudam a dar o pontapé inicial nas suas produções e a aprimorar sua visão criativa.


Kidman, hoje com 51 anos, estrela Big Little Lies.

"Estamos muito empolgados de que a Nicole Kidman se junte a Meryl Streep em apoio ao The Writers Lab", disse Terry Lawler, diretor executivo da New York Women in Film and Television, em um comunicado (via THR). "Ela é verdadeiramente uma campeã ds contadoras de histórias e tem sido particularmente uma defensora das mulheres com mais de 40 anos. Neste momento crítico para as mulheres na indústria, é encorajador ver poderosas como Meryl e Nicole tomarem medidas decisivas para combater o preconceito com a idade e o sexismo, ajudando a fornecer uma plataforma para que essas vozes sejam ouvidas. É uma honra ter seu apoio".

"É assim que a mudança acontece", comentou Nitza Wilon, da IRIS. "Quando as mulheres extraordinárias - e Nicole Kidman é claramente um ativista excepcional, além de uma atriz excepcional — usando seu poder, elas podem mudar uma cultura inteira. Estamos eufóricos que tais mulheres superlativas apoiam nosso trabalho."

Não é novidade, afinal, Kidman segue uma política própria de fazer um filme por ano que seja dirigido por uma mulher. Anteriormente, ela havia demonstrado seu apoio a cineastas mulheres: "Apenas 4% de mulheres dirigiram filmes em 2016", comentou a atriz na coletiva de imprensa de O Estranho que Nós Amamos no Festival de Cannes 2017. "Por sorte, temos Jane Campion e Sofia Coppola aqui. Nós, como mulheres, temos que dar suporte a elas como diretoras. Todos dizem que hoje as coisas são diferentes, mas não são. Basta olhar as estatísticas", disse a atriz.

Em breve, Streep vai se unir a Kidman no elenco da segunda temporada de Big Little Lies .

AdoroCinema

Mais Lidos

Publicidades