Parcerias da Konami com São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Flamengo e Vasco, além do Campeonato Brasileiro, são armas da japonesa para enfrentar FIFA 19, da rival EA Sports

"A diretoria investiu pesado" e Pro Evolution Soccer 2019, novo jogo de futebol da japonesa Konami, chega às lojas do Brasil nesta terça-feira, 28, com reforços de renome: na edição deste ano, a empresa aumentou sua aposta no futebol brasileiro para fazer frente ao rival FIFA, da EA Sports.

Além da presença exclusiva do Campeonato Brasileiro como torneio licenciado, a japonesa também fechou parcerias com cinco grandes times do País, que não estarão no concorrente: São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Flamengo e Vasco. Para completar, oito estádios diferentes do País estarão disponíveis no jogo, que tem preço sugerido de R$ 180 para as versões de PlayStation 4 e Xbox One. É a primeira vez que o jogo não terá versões para Xbox 360 e PlayStation 3 - a versão para PC, porém, está garantida.

A aposta no Brasil não é à toa: há anos, o mercado nacional é um dos principais trunfos da Konami, especialmente em um momento em que a rival EA Sports conquista licenças antes pertencentes à japonesa, como a da Liga dos Campeões da Europa.

A ideia parece simples: se não é possível gritar "the champions!", o jeito é se divertir com os craques que disputam partidas por aqui, como Nenê, Gabriel Barbosa, Jadson e Lucas Paquetá. No Brasil, mais uma vez, a narração de PES 2019 será de Milton Leite e os comentários, de Mauro Beting.

Quem quiser ter um "gostinho" do game antes de comprar pode baixar a demo oficial, que permite aos jogadores experimentar 12 times diferentes (entre eles, São Paulo, Flamengo, Palmeiras e as seleções da Argentina e da França) em dois modos diferentes: amistoso e "três-contra-três", no qual até seis jogadores podem se enfrentar. Já a capa terá Philippe Coutinho, na versão normal, e David Beckham, na versão especial.

Estadão Conteúdo

Mais Lidos