Confira no guia informações de como chegar, onde comprar ingressos e a programação completa do evento

Acontece nesta semana, entre os dias 10 e 14 de outubro, em São Paulo, a 11ª edição da Brasil Game Show (BGS), a maior feira de games da América Latina. Após se colocar no mapa das empresas e desenvolvedores internacionais com a visita de Hideo Kojima em 2017, a edição deste ano da BGS terá diversas opções de atrações e inúmeros convidados para atender diferentes tipos de entusiastas dos games, do jogador casual que curte suas partidas no celular até o fã mais radical, que consome tudo sobre o tema. Confira no guia que preparamos as principais informações e novidades sobre o BGS 2018 que você precisa saber.

Confira o nosso guia para o Brasil Game Show, a maior feira de games da América Latina que acontece esta semana em São Paulo
Confira o nosso guia para o Brasil Game Show, a maior feira de games da América Latina que acontece esta semana em São Paulo
Foto: Brasil Game Show/Divulgação / Estadão Conteúdo

"Hoje há desenvolvedores importantes que querem vir para a BGS para experimentar, depois do Kojima. Isso atrai não só convidados, mas também patrocinadores, gente que pode entender o mercado brasileiro como interessante para seus games", diz Renan Barreto, gerente geral da BGS, em entrevista ao Estado.

"Hoje a BGS se tornou um ritual quase que meio obrigatório para uma parcela do nosso público, que todo ano precisa comprar no primeiro lote mesmo sem saber quais são os convidados e as atrações do ano seguinte, é um voto de confiança e é por isso que a gente trabalha na verdade pra fazer a BGS acontecer", continua. Os interesses do público vão evoluindo e mudando a cara do evento, afirma Barreto, contando que a atenção especial para convidados internacionais, PCs e eSports são coisas que o evento não pensava quando começou.

Onde e como chegar? Com exceção da edição de 2016, todas as outras BGS foram realizadas no Expo Center Norte, localizado na zona norte de São Paulo e isso não mudou em 2018. O evento irá acontecer no mesmo lugar, que fica próximo da Estação Portuguesa-Tietê da Linha 1-Azul do Metrô e do Terminal Rodoviário do Tietê. Veja abaixo no mapa a localização do evento.

Quanto custa? Apesar da procura intensa, ainda há ingressos disponíveis para a BGS 2018 mesmo na semana do evento. O ingresso Premium BGS, que vale para os cinco dias - incluindo o exclusivo para a imprensa - está a venda por R$ 649, enquanto o Passaporte BGS, válido também para todos os dias do evento, sai por R$ 315 e é disponível para quem tem condição de meia-entrada (estudantes com carteirinha, idosos, professores, portadores de necessidades especiais e pessoas que doarem um quilo de alimento não-perecível).

Entre os ingressos para dias individuais, estão disponíveis para a quinta-feira, 11, sexta-feira, 12, e domingo, 14. O Fast Pass BGS sai por R$ 210 cada dia e o Ingresso Individual BGS está sendo vendido em meia-entrada a R$ 105. Todos os ingressos estão sendo vendidos no site oficial do evento.

Principais convidados. "Depois do Kojima, ano não nos contentamos com apenas um convidado internacional de peso", diz Barreto. O principal nome que estará na BGS 2018 é Cory Barlog, diretor de God of War, um dos grandes sucessos do ano. O diretor criativo do Santa Monica Studio, estúdio interno da Sony para o PlayStation 4, irá se encontrar com o público em sessões espalhadas pelos cinco dias do evento, além de dar palestras sobre a produção do game.

A presença de Hideo Kojima na BGS de 2017 animou outros desenvolvedores consagrados a virem para o evento 
A presença de Hideo Kojima na BGS de 2017 animou outros desenvolvedores consagrados a virem para o evento
Foto: Brasil Game Show/Divulgação / Estadão Conteúdo

Outros grandes nomes do evento são Fumito Ueda, que fez jogos como Shadow of the Colossus, Ico e The Last Guardian, Yoshiaki Hirabayashi, de Resident Evil 2 e Yoshinori Ono, produtor de Street Fighter. Para os fãs mais nostálgicos dos games, os destaques são a presença de Charles Martinet, dublador do Mario e Howard Scott Warshaw, criador do jogo do E.T. - O Extraterrestre para o Atari. Quem regressa à feira também é Nolan Bushnell, o criador do Atari.

Campeonatos. A BGS 2018 também vai contar com as finais da Brasil Game Cup (BCG), um dos principais circuitos nacionais dos eSports. "No primeiro dia a gente tem a final de Dota 2, no dia 11 o CS:GO masculino e no dia 12 o CS:GO feminino. No dia 13 a gente tem o Challenge com o vencedor do CS:GO masculino enfrentando o mibr e no dia 14 a final do Free Fire com 48 pessoas jogando ao mesmo tempo no palco", conta Barreto.

A final do popular jogo de battle royale (onde vários jogadores se juntam em uma partida e vence quem sobra vivo por último) para celulares é um dos grandes atrativos do evento para Barreto. "É algo diferente, inusitado e importante porque a gente acaba tendo aquela mudança de paradigmas. Botar esse tanto de gente jogando ao mesmo tempo não é tão simples", diz.

Além das finais da BCG, ainda vão acontecer uma série de desafios de jogos como Gears of War, PlayerUnknown's Battlegrounds, League of Legends e Gran Turismo.

Testes. Quem for ao BGS 2018 também terá a chance de jogar demonstrações de jogos que não foram lançados ainda. É o caso do exclusivo de PlayStation 4 Days Gone, previsto para 2019, Sekiro: Shawdows Die Twice e Devil May Cry 5. "Um dos grandes destaques é o próprio Call of Duty: Black Ops 4, que vai ser lançado mundialmente no dia 12 de outubro. Quem estiver lá dentro do evento vai poder jogar primeiro", se anima o gerente geral da BGS.

As grandes empresas do ramo, como Sony, Microsoft, Nintendo, Activision, WB Games, RedFox Games e outras também terão estandes no evento com jogos e outras atividades para os visitantes.

Youtubers. Se em anos passados os youtubers e streamers eram a grande atração do BGS, neste ano a mudança na cultura dos games trouxe mais plataformas de criação de conteúdo para o mercado e agora são elas que se tornam responsáveis por trazer os influenciadores para o evento. "A BGS é um espelho desse ecossistema de games, então há alguns anos atrás quando a gente olhava esse boom dos youtubers, os números até hoje crescem e são importantes", explica Barreto.

Entre os principais influenciadores convidados para o evento estão Malena, Zangado, Cellbit, Teddy, SkipNh0, FocaSP e Th3d4rkness.

Cosplay. "A gente ainda tem um espaço pra cosplay: o Cosplay Zone Nintendo, que é um lugar onde o pessoal pode tirar fotos com cosplayers, o que é sempre legal porque o pessoal gosta de tirar fotos com personagens que gostam. Acabam transformando os jogos em algo real, palpável", fala Barreto.

Para os cosplayers mais sérios, vão acontecer concursos de cosplay durante os cinco dias do evento e as mil melhores fantasias vão ganhar ingressos VIP para os outros dias da BGS 2018. "Alguns dos nossos convidados internacionais inclusive serão jurados desses concursos", pontua o gerente geral do evento. Para se inscrever nos concursos de cosplay é só clicar no link.

Outras atrações. O BGS 2018 também vai contar com uma mostra especial, a Evolução do Videogame, onde serão expostos consoles históricos e a evolução dos videogames aqui no Brasil, desde o Telejogo da década de 1970 até o Xbox One X, o console mais potente da atualidade.

O Brasil Game Jam vai juntar 30 desenvolvedores que vão ficar dentro do evento por 48 horas para produzir um jogo com tema que será divulgado na início da atividade. "São 48 horas fazendo e depois eles são votados pelo público e pela banca julgadora, professores e pessoas de notório saber relacionado a games, para decidirem se são bons ou não. Aí o vencedor leva toda a glória", explica Barreto.

Estadão Conteúdo

Mais Lidos