Enquanto prepara álbum de samba, ainda sem data para ser lançado, o cantor e compositor catarinense Oswaldo Schlikmann Filho, o Wado, apresenta na próxima sexta-feira, 9 de março de 2018, o álbum Ao vivo no Rex Jazzbar. O registro audiovisual será lançado nos formatos de filme e de disco, que trará o áudio da gravação ao vivo captada em show feito pelo artista em 15 de junho de 2017 no bar situado na cidade de Maceió (AL), na qual Wado reside desde a década de 1980.

No show, Otto faz dueto com Wado em Crua (2009), música da lavra solitária do cantor e compositor pernambucano. Já amigos, parceiros e/ou simpatizantes de Wado ? como André Abujamra, Carlos Eduardo Miranda, Curumin e Zeca Baleiro, entre outros ? avalizam o artista através de depoimentos inseridos no filme gerado a partir das imagens captadas no Rex Jazzbar.

Ao longo do roteiro do show, além do dueto com Otto em Crua, Wado se exercita como intérprete ao dar voz às músicas Filhos de Gandhi (Gilberto Gil, 1973) e Um passo à frente (Moreno Veloso e Quito Ribeiro, 2005), ambas sintonizas com o universo musical do último álbum do artista, Ivete (2016), lançado há dois anos com repertório inspirado na música afro-pop-baiana rotulada como axé music.

Em que pesem as abordagens de obras alheias, Wado segue por trilho essencialmente autoral ao apresentar o repertório do show, rebobinando parcerias com Chico César (Surdos de escolas de samba, de 2011), Cícero (Rosa, de 2013) e Thiago Silva (Alabama e Sexo, ambas de 2016). Duas músicas, Cidade grande (Wado, 2011) e Fortalece aí (Wado e Adriano Siri, 2008), foram alocadas como faixas-bônus exclusivas da edição em disco da gravação ao vivo.


Mais Lidos

Publicidades