Daniela Mercury vai dirigir um dos shows que estreiam em abril para celebrar os 60 anos de nascimento de Agenor de Miranda Araújo Neto (4 de abril de 1958 ? 7 de julho de 1990), o cantor e compositor carioca conhecido como Cazuza. Caberá à artista baiana conduzir Marcelo Quintanilha em cena no show baseado no álbum Caju (2018), lançado em janeiro como o primeiro tributo alusivo às seis décadas do nascimento do Exagerado.

"Amei o álbum Caju! Logo imaginei o show e fiquei empolgada de ver Quintanilha apresentando esse trabalho ao vivo. Dessa empolgação, veio o convite dele para dirigir o show. Nós sempre tivemos uma sinergia artística excelente e somos parceiros em várias músicas", ressalta Daniela, que, além de cunhada, é parceira de Quintanilha na composição de músicas como Alma colombina (2005), Três vozes (2015) e Minha mãe, minha pátria (2015).

A estreia do show Caju está programada para 26 de abril, em Salvador (BA). Na sequência, o show segue para as cidades de Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP).

Caju é disco em que o cantor, compositor e músico paulistano Marcelo Quintanilha procurou dar outros tons e nuances a músicas como Blues da piedade (Roberto Frejat e Cazuza, 1988), Codinome beija-flor (Reinaldo Arias, Cazuza e Ezequiel Neves, 1985) e Pro dia nascer feliz (Roberto Frejat e Cazuza, 1983).


Mais Lidos

Publicidades