Cantor formou trio de forró e tocou triângulo no Parque do Povo, além de cantar músicas de Mastruz com Leite e Magníficos.

O cantor Gabriel Diniz disse antes de subir ao palco do Parque do povo, neste domingo (11), que ?Campina Grande é diferente?. O artista era a atração mais esperada para a terceira noite do Maior São João do Mundo. Durante duas horas de show ele cantou, dançou, tocou triângulo, lembrou da época em que morou na cidade, fez performance de Elba Ramalho e interagiu com o público que ele considera ?alto astral?.

A apresentação de GD começou poucos minutos antes da meia noite. Animado, ele começou o show cantando e dançando músicas de trabalhos dele e de outros artistas conhecidos nacionalmente, como Wesley Safadão e a dupla sertaneja Maiara e Maraisa. O público foi ao delírio e cantou junto com o artista durante as interpretações de hits que ficaram conhecidos através da internet, como ?Envolvimento? de MC Loma e ?Jogo do Amor? de MC Bruninho.

Gabriel Diniz foi principal atração da 3ª noite de shows no São João de Campina Grande

Quem assistiu ao show foi pego de surpresa no momento em que Gabriel reservou para homenagear a festa junina da cidade de forma descontraída. Com peruca loira e chapéu de palha ele imitou a cantora Elba Ramalho cantando a música ?Olha pro céu?, canção que há 35 anos marca a abertura oficial da festa.

O artista parou um instante para falar de lembranças divertidas sobre o tempo em que morava na cidade. Ele contou que perdeu a conta de quantas vezes comemorou o São João de Campina Grande. Depois disso, pegou um triângulo e convidou o sanfoneiro e o zabumbeiro de sua banda para a frente do palco. O trio comandou um arrasta pé no Quartel General do Forró e transformou o local em um grande arraial. Uma das músicas do repertório deles foi ?Numa sala de reboco?.

Os fãs passaram a noite inteira tentando chamar a atenção do cantor, que aos poucos tentou atender a cada chamado. No final da apresentação ele fez um pout pourri com músicas das bandas Magníficos e Matruz com Leite.

Fabiano Guimarães abriu noite de shows

A primeira apresentação da noite foi feita pelo artista local, Fabiano Guimarães. Ele não soltou a sanfona nem por instante. Tocar o instrumento é uma paixão que existe desde que ele era criança. No palco, o artista não hesitou em declarar o amor que sente pela cidade em que nasceu. "Tenho orgulho de dizer que sou de Campina Grande, terra do Maior São João do Mundo". O sentimento foi reforçado pela mãe dele que sentiu orgulho ao assistir ao show do filho no Parque do Povo. "É uma honra, uma emoção muito grande, não dá nem pra acreditar", disse Marta Araújo.

No camarim, ele ainda brincou com o primo Cauã Lucas (3). Ele é a inspiração do menino que não tirou os olhos do placo enquanto o cantor se apresentava. ?Eu fico emocionado, eu comecei a gostar da sanfona na idade dele. Eu não tenho palavras para descrever como eu me sinto ao ver Cauã me assistindo, dançando com a sanfona e se divertindo?, declarou o artista sobre o garoto.

Projeto Fé e Cultura

Neste domingo, a réplica da Catedral Diocesana Nossa Senhora da Conceição foi aberta para visitação pela primeira vez na edição 2018 do Maior São João do Mundo. Através do projeto Fé e Cultura 2018 foi montada a exposição ?Santos da devoção popular?. As peças expostas são esculturas feitas em cerâmica pelos artistas Edimilson José da Silva e Antônio Alves Pereira.

Quem recebeu os visitantes que admiravam as peças foi o curador da mostra, André Oliveira, que celebrou a movimentação intensa no lugar. ?A sabe que muita gente espera pela abertura das portas da Catedral. Eu fico feliz porque essa movimentação é uma prova de em uma festa popular pode existir o elemento religioso?, disse ao lembrar que São João é um santo junino.

O projeto Fé e Cultura é uma iniciativa da Diocese de Campina Grande e existe há 5 anos. Este ano quem o executa é a Companhia Christus de Arte sacra em parceria com a prefeitura Municipal de Campina Grande.


Mais Lidos