João Donato e Marcos Valle se juntam para mandar recado para amigo apaixonado em Último aviso, samba de autoria desses dois compositores que concilia a latinidade do cancioneiro de Donato ? exposta sobretudo pelo toque do piano do músico acriano na gravação inédita ? com a leveza da obra de Valle.

Já Carlos Lyra e Roberto Menescal também caem juntos, como cantores e compositores, na bossa de Sambeando, tema de versos metalinguísticos. "É tudo samba no meu violão", sentenciam ao fim da gravação também inédita.

Último aviso e Sambeando são as duas músicas adicionais que turbinam a reedição do álbum Os Bossa Nova, lançado originalmente em dezembro de 2008 ? a tempo de celebrar os 50 anos da Bossa Nova ? e reposto em catálogo pela gravadora Biscoito Fino neste mês de setembro de 2018, ano em que o Brasil e o mundo pop festejam as seis décadas da revolução estética causada na música em 1958 pela batida diferente do violão de João Gilberto.

As duas faixas-bônus da reedição de Os Bossa Nova foram captadas por Lucas Ariel no estúdio Cia. dos Técnicos, no Rio de Janeiro (RJ), cidade natal da Bossa Nova.

Papas da bossa, Carlos Lyra (de 79 anos), João Donato (de 85 anos), Marcos Valle (que faz 75 anos amanhã, 14 de setembro) e Roberto Menescal (de 81 anos a serem completados em outubro) continuam em cena, juntos e/ou separados, para levar adiante o legado desse movimento musical do qual são ícones fundamentais.


Mais Lidos