Jogador do México rebateu críticas sobre pisão em tornozelo do atacante da Seleção Brasileira

O mexicano Miguel Layún criticou o comportamento de Neymar em campo após a eliminação de sua equipe da Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, o brasileiro foi vítima de um pisão do rival fora do gramado, porém, a arbitragem não advertiu o lateral-direito. 

Desde o início da Copa do Mundo Neymar tem sido bastante criticado por conta de supostas simulações em campo após sofrer contato dos adversários. Nos últimos jogos, porém, o camisa 10 mostrou uma postura diferente, reclamando menos e tentando se manter em pé nas disputas, o que não foi reconhecido por Layún.

"Um jogador desse nível vive mais tempo no chão do que em pé. É complicado quando os árbitros permitem isso", prosseguiu o mexicano, acompanhando o raciocínio de seu treinador, que também condenou a arbitragem na coletiva de imprensa.

"Não caio nas provocações. Ao fim, isso é futebol. Se não quer ser tocado, que vá fazer outra coisa", concluiu Layún, que teve suas redes sociais invadidas por brasileiros após a partida.

Mais Lidos