Diversos

Hérnia direta X indireta: qual a diferença?

A hérnia inguinal consiste em uma protuberância que se desenvolve na região da virilha, acometendo com maior frequência os homens, e se deve devido a uma abertura na musculatura da região que permite que uma parte do intestino saia ou uma gordura. 

Existem dois tipos de hérnias inguinais: a hérnia indireta e a hérnia direta. Para ajudá-los a entender melhor, conheça melhor cada uma delas.

Hérnia Indireta

É um dos tipos mais comuns desenvolvidos nos homens. A hérnia indireta se forma por meio da passagem de uma alça intestinal para o interior da bolsa escrotal por algum local de fraqueza existente. O problema pode se desenvolver em bebês prematuros e crianças, pois eles não possuem o tempo necessário para o fechamento do canal inguinal. Além disso, a hérnia indireta possui maior risco de complicações.

Hérnia Direta

A hérnia direta acomete apenas homens e é mais comum que ocorra em adultos e idosos. Ela se desenvolve em um ponto da parede abdominal enfraquecida que se rompe, causando a penetração de uma parte do intestino na bolsa escrotal. 

Normalmente, a hérnia direta surge após a realização de algum tipo de esforço físico, que facilita o aparecimento de hérnias, assim como pegar peso. 

Principais sintomas da hérnia inguinal

Tanto a hérnia indireta como a hérnia direta possuem os mesmos sintomas, sendo os principais:

  • Proeminência na região da virilha;
  • No caso dos homens, pode ocorrer o inchaço do saco escrotal;
  • Desconforto ou dor, principalmente ao realizar algum tipo de atividade ou esforço físico;
  • Dor aguda que se irradia para os testículos;
  • Sensação de fraqueza ou pressão na virilha.

Já nos bebês, fica mais difícil de identificar, já que pode não existir uma saliência na região da virilha. Contudo, uma forma de identificar se existe o problema é observar no momento que ele está chorando ou durante a evacuação ou tosse, já que essa pressão torna a hérnia mais visível. 

Como realizar o diagnóstico da hérnia

Para que seja feito o diagnóstico correto da hérnia indireta e da hérnia direta, é imprescindível que, assim que o paciente notar algum tipo de protuberância na região da virilha, procure um médico especializado para que ele examine a região e consiga solicitar os exames necessários para a detecção do problema. 

Algumas vezes o médico indica a realização de uma ultrassonografia ou, com menor frequência, uma tomografia computadorizada para ter um diagnóstico mais assertivo sobre o caso do paciente em questão. 

Tratamento indicado para a hérnia inguinal

Tanto a hérnia indireta como a hérnia direta, o tratamento é realizado por meio de uma cirurgia, para o reposicionamento do intestino no local correto e fortalecimento dos músculos do abdômen.

A cirurgia necessita da utilização de anestesia raquidiana e pode durar aproximadamente 2 horas. Além disso, a ela pode ser feita de duas formas:

  • Método clássico: onde é feito um corte na região da hérnia indireta ou hérnia direta para colocação do intestino no local;
  • Por laparoscopia: onde são feitos 3 pequenos cortes, e pode ser colocada ou não uma tela sintética, que auxilia a reforçar a musculatura da área para evitar que ela se desenvolva novamente. 

Vale ressaltar que o tipo de cirurgia vai depender de qual o tipo de hérnia e do estado de saúde que se encontra o paciente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo