Polícia Civil prendeu o suspeito nesta quinta-feira (17). Elessandro Milan foi assassinado dentro de casa em março de 2016.

Um homem, de 22 anos, suspeito de ter matado e esquartejado o professor universitário, Elessandro Milan, de 34 anos, foi preso nesta quinta-feira (17), pela Delegacia de Homicídios em Porto Velho. Em depoimento, o homem disse ter matado a vítima porque teria sido dopado. O crime aconteceu na residência de Elessandro, em março de 2016.

Segundo o delegado Sandro Moura, responsável pelo caso, a polícia chegou até o suspeito após o depoimento de uma testemunha, que disse ter ouvido do próprio investigado a confissão do crime. O suspeito, que já estava preso por roubo, foi levado ao instituto de identificação.

De acordo com Sandro Moura, o envolvimento do suspeito no crime foi comprovado por meio das provas papiloscópicas: das palmares, plantares e digitais coletadas pelo instituto.

Na delegacia, o suspeito confessou o crime e disse ter matado e esquartejado a vítima sozinho. Segundo ele, o crime ocorreu porque teria sido dopado por Elessandro, e ao acordar, ficou com raiva da vítima, o que teria motivado o crime.

O delegado informou que o suspeito e Elessandro se conheceram no dia do crime, em um bar nas proximidades da residência da vítima. No depoimento o homem informou que após cometer o crime tentou sair com o carro da vítima, mas não conseguiu e deixou o local a pé.

Relembre o caso

O professor universitário Elessandro Milan, de 34 anos, foi encontrado morto e esquartejado dentro da própria residência, em um condomínio localizado na Avenida Calama, no Bairro Planalto, Zona Leste de Porto Velho. De acordo com a polícia, o homem foi morto durante a madrugada do dia 18 de março. Uma vizinha da vítima encontrou rastros de sangue na varanda da casa e acionou a Polícia Militar (PM).

O resultado da perícia da morte do professor saiu dia 1° de junho. O laudo técnico demorou 75 dias para ser finalizado e consta de 30 páginas, que reúnem amostras de DNA, impressões digitais e até registros telefônicos, entre outros objetos da casa.


Mais Lidos

Publicidades