Na cidade, abastecimento de gás também ainda não foi normalizado.

Cinco dias após a liberação dos pontos de bloqueios nas rodovias do Centro-Oeste de Minas, o abastecimento de gás e combustíveis de Divinópolis ainda não foi normalizado. Nesta segunda-feira (4), muitas pessoas procuraram postos de combustíveis na cidade mas, ao invés de gasolina, encontraram filas.

?Tem que esperar, porque nenhum outro tá tendo [gasolina] e as filas estão enormes. Há o risco de não conseguir abastecer mesmo na fila?, contou a fisioterapeuta Juliana Alcântara.

Conforme José Luiz Freitas, proprietário de um posto de combustíveis no centro da cidade, o posto não recebe gasolina há 20 dias. O prejuízo, até agora, já é de quase R$ 100 mil e ele não sabe quando o combustível irá chegar.

?A gasolina deve chegar, mas não sei quando. Minha expectativa é que até quinta [o combustível] chegue?, afirmou.

Segundo o diretor regional do Minaspetro, Roberto Rocha, a expectativa é que o abastecimento volte ao normal ainda nesta semana.

?Está demorando um pouco [para regularizar] por causa da demanda, que está muito grande no estado inteiro. Então as distribuidoras estão distribuindo o que vai dando?, conclui.