Pintor levou 20 dias para decorar a residência no Bairro Sidil em Divinópolis. Disputa começou nesta quinta (14); Brasil estreia no próximo domingo (17).

Em clima de Copa do Mundo, um pintor de Divinópolis, cidade do Centro-Oeste mineiro que fica a pouco mais de 100 km de Belo Horizonte, resolveu decorar os muros e as calçadas da casa onde mora com as bandeiras e camisas de todas as 32 seleções que participam da disputa.

A Copa do Mundo começou nesta quinta-feira (14) e vai até o dia 14 de julho, quando a final será disputada no estádio Lujiki, em Moscou. O primeiro jogo do Brasil será contra a Suíça, no próximo domingo (17), às 15h, pelo horário de Brasília.

Apaixonado por futebol, José da Silva, de 60 anos, realiza o trabalho desde 2014, quando a Copa foi disputada no Brasil. O resultado pode ser conferido no Bairro Sidil.

Em 2016, ele repetiu a dose e criou uma pintura especial para os Jogos Olímpícos do Rio de Janeiro. Agora, em 2018, Da Silva, como é conhecido, resolveu ousar ainda mais: registrou na pintura o palpite sobre quem chegará às quartas-de-final do torneio.

?Alemanha, França, Argentina e Brasil. São as quatro seleções que acredito que chegarão até as quartas-de-final. E, se Deus quiser, o hexa vai ser nosso. Com a torcida de 200 milhões de brasileiros, a gente chega lá?, afirmou ao G1.

No portão da casa, Da Silva fez questão de dar seu recado. A frase "Eu te amo, meu Brasil" está pintada junto a seis estrelas na faixa central da bandeira - uma alusão ao sonhado hexacampeonato mundial. Mais acima, próximo ao telhado, a bandeira é novamente representada. Dessa vez, o recado é outro: "Decola, Brasil".

Apaixonado por futebol, o pintor defende o esporte e afirma que, em época de Copa do Mundo, é tempo de se comemorar.

?Futebol é coisa boa, né? É esporte, é lazer, é entretenimento. Com a Copa aí, temos que torcer e apoiar nosso país. É tempo de nos divertir?, disse.

As pinturas feitas por Da Silva contam ainda com uma representação das camisas de cada seleção participante da Copa do Mundo. E, sendo um bom mineiro, ele ainda fez questão de reservar um espaço para pintar as camisas dos times do Estado que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro: América, Atlético e Cruzeiro.

O divinopolitano levou 20 dias para pintar todos os muros e as calçadas de casa. Com a ajuda da internet, ele pesquisou sobre os países participantes, cores e, claro, as camisas.

?Pesquisei na internet para saber quais as seleções que participam da Copa, as cores, as cores das bandeiras de cada país e, depois, fiz o trabalho. Agora 'tá' aí e o pessoal tem elogiado?, disse.


Publicidades