Instituição afirma que houve redução de 70% no registro dos crimes no município, em relação a 2016. Macapá teve diminuição de 34% dos casos, apontou balanço do Policiamento Escolar.

Com o total de 12 furtos contabilizados em 2017, a Polícia Militar (PM) do Amapá afirma que registrou uma redução de 70% nas invasões a escolas de Santana, a 17 quilômetros de Macapá, em comparação a 2016, quando foram registrados 53 furtos. Os dados correspondem às ocorrências atendidas pelo Policiamento Escolar no município.

Um dos registros foi uma escola invadida e furtada 7 vezes na época. Em outro caso, 4 câmeras de monitoramento do sistema de vigilância foram furtadas e encontradas com um estudante de 14 anos, aluno da própria instituição de ensino.

Segundo o tenente Edelson Melo do 4º Batalhão da PM, que atende Santana, muitos furtos ocorreram durante a madrugada. A realização de rondas constantes, aliadas à instalação das câmeras de vigilância eletrônica nas escolas contribuíram para a redução, de acordo com a polícia.

?Fizemos diversas abordagens ao redor das escolas, e nosso programa visa cobrir todas as escolas durante o dia. No período noturno, com o sistema de monitoramento, os infratores ficam mais intimidados e podemos usar as imagens para chegar aos ladrões?, destacou.

Já em Macapá, o Policiamento Escolar registrou 171 furtos nas instituições de ensino em 2017, apresentando uma redução de 34% do número de ocorrências atendidas durante todo o ano de 2016, que foi de 257 furtos.

Em 2016, o pico de ocorrências foi alto que a polícia chegou a registrar um assalto por dia em escolas do Amapá. As unidades de ensino viraram alvo de furtos após vigilantes terem contratos encerrados.

O Policiamento Escolar em Macapá e Santana informou ainda que, além do patrulhamento constante, realiza visitas técnicas de segurança em toda a rede pública de ensino. Os gestores escolares e coordenadores também conheceram ações preventivas, e os pais, estudantes e professores receberam orientações em palestras.

Tem alguma notícia para compartilhar? Envie para o VC no G1 AP ou por Whatsapp, nos números (96) 99178-9663 e 99115-6081.


Mais Lidos