O atual secretário especial da Secretaria do Programa de Parcerias de Investimentos, Adalberto Vasconcelos, será mantido no comando do programa, afirmou nesta sexta-feira o futuro ministro da Secretaria de Governo.

Futuro ministro da Secretaria de Governo, general da reserva Carlos Alberto Santos Cruz 10/12/2018 REUTERS/Adriano Machado
Futuro ministro da Secretaria de Governo, general da reserva Carlos Alberto Santos Cruz 10/12/2018 REUTERS/Adriano Machado
Foto: Reuters

O general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz disse que a área tem um "bom funcionamento", mas a equipe de transição ainda estuda "aperfeiçoamentos". O PPI ficará no guarda-chuva da Secretaria de Governo.

"Nesse momento o meu pensamento é manter o Adalberto", disse Santos Cruz a jornalistas.

"A tendência é manter a mesma linha de trabalho. E tem tido resultados", acrescentou o futuro ministro, tecendo elogios ao corpo técnico do programa.

Para Santos Cruz, é essencial garantir credibilidade e qualidade técnica ao PPI, que pode sofrer "pequenas modificações" em sua estrutura.

"O investidor só vai investir se a gente tiver credibilidade e se ele sentir, também, que tem segurança jurídica para investimento de longo prazo no Brasil."

Reuters Reuters - Esta publica??o inclusive informa??o e dados s?o de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a pr?via autoriza??o de Reuters. Todos os direitos reservados.

Mais Lidos