A Ucrânia realizou hoje uma série de testes com os mísseis antitanques Javelin adquiridos recentemente dos Estados Unidos com o intuito de fortalecer o seu arsenal na luta contra os rebeldes da região de Donbass.

O presidente ucraniano, Pyotr Poroshenko, divulgou um vídeo em sua conta do Twitter mostrando um dos mísseis destruindo um alvo durante os testes. Segundo ele, esse armamento seria útil no caso de uma possível ofensiva russa contra as forças ucranianas. 

"Finalmente esse dia chegou. Hoje, pela primeira vez na Ucrânia, foi realizado o lançamento de complexos de mísseis Javelin. Este é um armamento defensivo muito eficaz, que é usado no caso de ofensiva russa sobre as posições das tropas ucranianas."

Em março, os Estados Unidos aprovaram formalmente a venda de 210 mísseis e 37 lançadores pelas empresas Raytheon e Lockheed Martin para a Ucrânia, pela quantia de 47 milhões de dólares.