Berlim concluiu um acordo com Roma para o retorno de migrantes irregulares, disse o ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, nesta quinta-feira (13).

"Até onde eu sei, o acordo com a Itália foi concluído", disse Seehofer aos legisladores alemães, considerando-o um sucesso.

O ministro do Interior notou que o acordo não tinha a sua assinatura e a de seu colega italiano, Matteo Salvini, acrescentando que seria assinado nos próximos dias.

A questão da migração tem sido um obstáculo na relação entre a linha dura antimigração Seehofer e a chanceler alemã Angela Merkel, defensora da chamada política de migração de portas abertas.

Enfrentando divisões dentro do governo, Merkel mudou sua posição em relação à migração, o que resultou na conclusão da Alemanha de acordos de devolução de imigrantes com a Espanha e a Grécia no início deste ano.

Os acordos estipulam que os imigrantes apreendidos na fronteira germano-austríaca devem ser devolvidos para a Espanha ou a Grécia, dependendo de onde foram registrados na sua chegada à União Europeia.