Três unidades da Força Estratégica de Mísseis da Federação da Rússia (PBCH, na sigla em inglês) começaram a utilizar complexos de mísseis balísticos intercontinentais russos Yars.

Atualmente, está sendo realizado o processo de rearmamento de outras três unidades estratégicas.

"Concluímos o rearmamento de unidades de mísseis [situadas] na região de Teykovo, de Tagil e de Novossibirsk com sistemas de mísseis móveis terrestres Yars", comentou o chefe da Força Estratégica de Mísseis russa, comandante Sergei Karakayev, ao jornal russo Krasnaya Zvezda.

Anteriormente, Karakayev declarou que "implementação dos planos de 2017 para o rearmamento de formações e unidades dos mísseis estratégicos permitiu aumentar a quota de amostras modernas de armas de mísseis para 66%".

Além disso, ele anunciou que no momento está em curso o processo de rearmamento de outras três unidades de mísseis na região de Irkutsk, Yoshkar-Ola e Kozelsk.

A Rússia está modernizando ativamente seus armamentos e equipamentos militares. Segundo o Ministério da Defesa da Rússia, está previsto gastar 20 trilhões de rublos (US$ 352,3 bilhões) no programa armamentista que corresponde anos entre 2018 e 2027.


Publicidades