Notas estão sendo vendidas por 3 euros em Trier, Alemanha, para comemorar os 200 anos de nascimento do criador do comunismo.

A cidade alemã de Trier está tendo dificuldades em suprir a demanda por notas de 0 euro, ilustradas com o rosto de seu cidadão mais famoso, o criador do comunismo, Karl Marx, vendidas por 3 euros cada como parte das comemorações dos 200 anos de seu nascimento.

Os trabalhos mais conhecidos e influentes de Marx são "O Manifesto Comunista", escrito junto com Friedrich Engels e publicado em 1848 e sua análise crítica do capitalismo "O Capital", lançado duas décadas depois.

"O souvenir brinca com as críticas de Marx ao capitalismo e, claro, a nota de 0 euro combina perfeitamente com Marx como tema", disse Norbert Kaethler, diretor-geral do Departamento de Turismo de Triers.

Ele observou que Marx não ganhou muito dinheiro com suas teorias e viveu na pobreza por diversos anos de sua vida.

5 mil notas vendidas

O Departamento de Turismo de Trier disse que já havia vendido 5 mil das notas roxas, que parecem com notas verdadeiras de euro, mas são identificadas como "souvenir", e que está imprimindo mais 20 mil.

Marx, que acreditava que o capitalismo seria suplantado pelo socialismo, passou os primeiros 17 anos de sua vida em Trier.

A cidade sente orgulho de um de seus moradores mais famosos, embora alguns alemães responsabilizem suas ideias pela ascensão de ditadores comunistas na Rússia, China e em Cuba e pela divisão de seu país durante a Guerra Fria.

A cidade está aproveitando ao máximo o aniversário de 200 anos de seu nascimento que acontecerá no dia 5 de maio. Outros itens comemorativos incluem um pato de borracha barbado com uma cópia de "O Capital" debaixo de uma asa, representando Marx.


Mais Lidos