Montadora indiana diz que modelo lançado em 2009 não conseguirá sobreviver sem mudanças.

Lançado há quase 10 anos como "o carro mais barato do mundo", o indiano Tata Nano dá sinais de estar no fim da vida. Apenas uma unidade do modelo foi produzida em junho, reportou a agência Bloomberg, contra 275 no mesmo período do ano passado.

A fabricante Tata, que também é dona do grupo de carros de luxo Jaguar Land Rover, não confirmou o fim da produção, mas um porta-voz disse à agência que, do jeito que está, o Nano não poderá continuar até o ano que vem. E que o modelo precisa de novos investimentos para sobreviver.

Além da fama de barato, os 10 anos de história do Nano têm capítulos menos nobres, como atraso de quase 1 ano no lançamento - prometido para 2008, mas que só ocorreu em março de 2009 -, mau desempenho em teste de colisão, em 2014, e planos frustrados de venda em mercados maduros, como o europeu e o dos Estados Unidos.

Uma segunda geração, chamada de GenX Nano, foi lançada em 2015.


Mais Lidos