Receita operacional líquida da operadora da marca Vivo cresceu 1,1%, impulsionada pelo segmento de telefonia móvel.

O lucro líquido da Telefônica Brasil saltou 261% o na base proforma para R$ 3,153 bilhões no segundo trimestre sobre um ano antes, em função da melhora do resultado operacional e de efeitos extraordinários no período, anunciou operadora da marca Vivo nesta quarta-feira (25).

Excluindo efeitos não recorrentes, o lucro líquido subiu 28,7% na comparação anual, beneficiado também pela melhora no resultado financeiro.

Com o resultado, a companhia acumula lucro líquido de R$ 4,3 bilhões no primeiro semestre.

O resultado operacional medido pelo lucro ante de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) ajustado alcançou R$ 5,183 bilhões, alta de 46,9% ano a ano, com margem Ebitda de 47,9%. Já o Ebitda recorrente totalizou R$ 3,73 bilhões, crescimento de 5,8% no ano a ano e margem de 34,5%.

?Os esforços de simplificação e digitalização, a forte disciplina financeira e o foco comercial em negócios de alto valor, como o móvel pós-pago e ultra banda larga fixa, são os principais motores do crescimento da companhia", disse em comunicado o diretor financeiro David Melcon.

A receita operacional líquida cresceu 1,1% no segundo trimestre em relação a igual período do ano anterior, alcançando R$ 10,8 bilhões. No segmento de telefonia móvel, a receita líquida cresceu 4,2% nno comparativo anual, atingindo R$ 6,8 bilhões.

"No trimestre, a representatividade da receita de dados e serviços digitais sobre a receita líquida de serviço móvel aumentou para 78,5%, uma evolução de 6,8 pontos percentuais sobre igual período do ano anterior", destacou a empresa em comunciado.


Mais Lidos