'Alguém numa vice-liderança ou numa liderança de governo que eventualmente não defenda a proposta deste governo, na minha opinião tem que pegar o boné e ir embora', disse Beto Mansur.

O deputado Beto Mansur (PRB-SP), um dos vice-líderes do Governo, afirmou que a reunião entre lideranças da base aliada no Congresso convocada para esta segunda-feira (12) pelo presidente Michel Temer servirá para se fazer uma "DR" (discussão da relação) entre os parlamentares governistas.

De acordo com o deputado, o encontro vai "ajustar o discurso". Segundo ele, o grupo vai buscar consenso para uma pauta mínima de votações no Congresso Nacional. De acordo com o parlamentar, o governo Temer quer ter agenda e não depender de outras lideranças políticas para apresentar propostas.

?Vai ter uma ?DR? lá, uma discussão de relação? Vai ter. Eu acho isso muito bom. Exatamente para que a gente daqui para a frente, ou até perto do pleito, a gente possa aprovar aquilo que o governo Michel Temer pretende apresentar para a sociedade?, afirmou.

Para o deputado, "se eventualmente alguém numa vice-liderança ou numa liderança de governo que eventualmente não defenda a proposta deste governo, na minha opinião tem que pegar o boné e ir embora. Essa é a opinião que eu tenho?.

Beto Mansur afirmou que, na eleição deste ano, há pré-candidatos ligados a partidos que apoiam o governo do presidente Michel Temer ? por isso, defende, é preciso ?separar o joio do trigo?, distinguindo a agenda eleitoral da agenda de votações no Congresso.

Mais Lidos

Publicidades