Hoje em dia, o ritmo de vida se acelerou significativamente, e com isso apareceram mais problemas. Recomenda-se liberar o estresse e adotar hábitos saudáveis.

O bruxismo é uma para função mandibular persistente que conhecemos mais comumente como ranger os dentes. Pode se produzir durante o dia ou durante a noite. O mais frequente é o que se apresenta durante a noite, por isso que é mais difícil de controlar.

As pessoas que sofrem de bruxismo apertam fortemente os dentes superiores com os inferiores e os movem de trás para frente e vice-versa, a maioria das vezes de forma inconsciente, produzindo o desgaste das peças dentárias.

Seu principal desencadeador se situa no plano psicológico, ainda que as repercussões se estendam a nível odontológico.

Causas do bruxismo

Por se tratar mais de uma afecção psicológica do que física, vemos sua origem em um estado emocional tão comum como é o do estresse. Também existem outras possíveis causas que apontam para tal problema:

  • Ansiedade
  • Maus hábitos de sono
  • Postura incorreta
  • Ter os dentes desalinhados

Todas as pessoas são diferentes e a manifestação das doenças não é a mesma em todas elas. Por isso, quando recorrer a um especialista este irá fazer várias perguntas com a finalidade de encontrar a raiz do problema.

Sintomas

O maior problema desta afecção é que, ao exercer muita pressão na mandíbula, pode desencadear problemas maiores, como afetar os nervos e até mesmo o osso mandibular. Se você sofre com este transtorno pode notar sintomas tais como:

  • Sensibilidade muscular.
  • Sensibilidade as coisas quentes, frias e doces.
  • Transtornos alimentares.
  • Dor e inflamação da mandíbula
  • Insônia
  • Ansiedade
  • Estresse
  • Depressão
  • Dor de ouvido
  • Dor de cabeça

Em muitos casos as pessoas que sofrem com este tipo de problema não apresentam sintomas, ficam sabendo após exames de rotina das peças dentais. Em certas ocasiões, se as pessoas dormem acompanhadas, a outra pessoa pode notar o som e comentar.

Hoje em dia são muitos os fatores que tornam os dias ruins, como uma briga com algum familiar, com o parceiro, problemas no trabalho ou a carga de trabalho excessiva. Este tipo de circunstâncias leva ao estresse, a ansiedade, autoestima baixa, aborrecimento e outros.

É incrível como tudo se encontra conectado em nós, inclusive nossas emoções. Por isso, devemos ter muito cuidado quando temos sentimentos negativos muito fortes, porque não só podemos sofrer bruxismo, também existe a possibilidade de sofrer um ataque cardíaco.

Confira o artigo: Bruxismo: um transtorno psicossomático

Recomendações

bruxismo

Além de respirar profundamente, contar até dez e alinhar o corpo e emoções de maneira positiva, devemos levar em consideração certas recomendações físicas:

  • Dormir as horas recomendadas
  • Beber muita água 
  • Realizar uma ortodontia para alinhar os dentes
  • Evitar os alimentos duros e os doces
  • Realizar exercícios de relaxamento que ajudem a reduzir o estresse do paciente
  • Aplicar gelo ou panos quentes na área onde está localizada a dor
  • Massagear a zona afetada

Tudo isso pode ajudar a reduzir os sintomas, mas devemos ser conscientes de que, se não afastarmos toda a carga negativa de nossa vida, nenhum tipo de tratamento pode nos ajudar de forma eficaz.

Se você sentir a necessidade de assistir a terapia psicológica, deve fazê-lo e se descarregar de maneira positiva. Se afaste do ódio, do rancor, da angústia e das pessoas que são tóxicas para a sua vida. Isso irá ajudar em muito a ter uma vida mais tranquila e saudável.

Por sorte também existe medicina natural que ajuda o corpo a relaxar e será de grande ajuda.

3 soluções naturais para aliviar o bruxismo

1. Valeriana

A valeriana tem um grande efeito sedativo para controlar a ansiedade e os transtornos de sono. Por isso, ajudará muito a relaxar e a se livrar de tensões.

Ingredientes

  • 1 colher de valeriana (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  • Esquente a água e, quando estiver fervendo, adicione a valeriana e deixe infusionar durante dois minutos.
  • Depois desse tempo, retire do fogo e coe a preparação.
  • Recomenda-se tomar durante a noite, 30 minutos antes de deitar.

Experimente essas 4 técnicas para não ranger os dentes

2. Camomila

bruxismo

É usada para tratar a dor muscular, mas também para os transtornos menstruais, as tensões, a dor de cabeça, a ansiedade, o estresse e os nervos. Relaxa os músculos que se encontram tensos e oferece suas propriedades anti-inflamatórias.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de camomila (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  • Ferva a água, adicione a camomila e deixe infusionar por 5 minutos.
  • Recomenda-se tomar pela manhã, ao se levantar, e de noite, antes de dormir.

3. Lavanda

Conhecida como um dos relaxantes musculares naturais mais eficazes. Assim, será de grande ajuda para relaxar os músculos tensos do pescoço e da mandíbula.

Ingredientes

  • 5 flores de lavanda
  • 1 xícara de água (250 ml)

Modo de preparo

  • Esquente a água e, quando ferver, adicione as flores de lavanda.
  • Retire do fogo e deixe repousar.
  • Recomenda-se tomar 2 vezes por dia, entre as refeições.
  • O óleo de lavanda também é excelente para realizar massagens na zona afetada.