Diversos

Saiba como manter seu cãozinho aquecido durante o inverno

Nós, humanos, podemos até adorar o clima frio, as comidas quentes e as roupas estilosas que o inverno traz todo ano, mas nem sempre nossos pets compartilham do mesmo sentimento: muitas vezes, o inverno para eles é sinônimo de dias e noites mais frias do que eles conseguem aguentar.

Por isso, nessa época do ano, é impossível abrir mão de roupas e cobertores caninos para manter nossos cães tão aquecidos e felizes com a estação quanto nós costumamos ficar.

Mas existem outros truques que podem ser usados para manter o seu cachorro aquecido durante os dias frios. Vamos dar uma olhada em quais são eles agora!

Cuidado com a tosa…

No calor, a tosa pode ser até essencial para ajudar com que o pet não sinta tanto as altas temperaturas, mas, no frio, é importante tomar cuidado para não tosá-lo demais: os pelos são a proteção natural contra frio que ele tem e tirá-los por completo vai acabar com essa proteção.

Por isso, faça tosas com cuidado e sempre evite tirar o pelo por completo: deixar o fio mais longo é uma maneira de garantir que o cão não sinta tanto frio em dias de temperaturas mais baixas.

…e com o banho também!

Se nós já sentimos frio ao sair do banho quentinho durante o inverno, imagine como os cãezinhos devem se sentir! Por isso, tão importante quanto se atentar à tosa é se atentar ao banho dos cachorros.

Prefira dar banho no cachorro em dias de temperaturas mais altas, banhe com água morna, seque bem a pele e garanta que o pelo não esteja molhado quando todo o processo estiver terminado. Ah, e evite fazer isso em locais abertos: assim como humanos, cachorros também podem pegar friagem que acabarão se tornando resfriados e gripes.

Mude o horário do passeio para as horas mais quentes

Nada melhor do que tomar um solzinho nos dias frios, certo? Por isso, para fazer dos passeios uma atividade prazerosa tanto para o cachorro quanto para você, mude o horário deles para as horas mais quentes do dia.

Ou seja, evite passeios logo pela manhã e durante à noite, quando a névoa e a serração são mais marcantes e frias. Fique longe, também, de horas de ventania e de temperaturas baixas. Isso não significa que devemos ignorar o cuidado de sempre: evite deixar o animal passear em áreas muito quentes, já que isso pode machucar as patinhas dele.

Mantenha a cama e o ambiente aquecidos

Seu cachorro pode até preferir dormir no chão durante os meses quentes, mas, quando o inverno chega, o melhor é oferecer para ele uma caminha quente e cheia de cobertores em um ambiente confortável e quentinho.

Por isso, invista em cobertores feitos de tecidos que mantêm o calor do corpo e coloque a cama em um lugar onde não passam correntes de ar ou que são frios para você. Isso protegerá o cachorro de tomar friagem, manterá suas noites mais quentes e irá melhorar a qualidade do sono dele!

Roupinhas são importantes

Seu cachorro pode até não gostar de usá-las, mas as roupinhas são fundamentais para protegê-los do frio, já que elas ajudam a manter o calor do corpo. Por isso, procure alguma roupa feita de um tecido confortável, fácil de vestir e que ajude com que seu cão se adapte a ela.

As roupas são ainda mais importantes para cães que possuem problemas nos ossos, filhotes, animais mais velhos e as raças de pelo curto, que sofrem com as temperaturas mais baixas do inverno. 

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo