Foguete jumbo carrega um Tesla Roadster que deverá demorar 6 meses para chegar à órbita de Marte e depois ficará no espaço por 'milhões de anos'.

Veja o momento do lançamento do foguete Falcon Heavy

Em clima de show, a SpaceX lançou um carro Tesla Roadster ao espaço nesta terça-feira (6). O evento é considerado o principal teste do novo foguete jumbo Falcon Heavy, que deverá ser classificado como o mais potente do mundo e o veículo espacial mais poderoso a ser lançado dos Estados Unidos desde os foguetes Saturn 5, da Nasa, que transportaram astronautas para a lua 45 anos atrás.

Houve gritos e aplausos na base de Cabo Canaveral, Flórida, quando o Falcon ligou seus 27 motores. A SpaceX transmitiu o lançamento ao vivo.

O Roadster, "passageiro" do foguete, é o primeiro carro enviado ao espaço-- em uma promoção de alta tecnologia inventada por Elon Musk, que é dono da Tesla, montadora especializada em veículos elétricos, e da empresa de transporte espacial SpaceX.

O carro pertence a Musk e, segundo ele, levará 6 meses para chegar à órbita de Marte, mas deverá ficar em órbita por "centenas de milhões de anos".

Há câmeras instaladas, que fotografaram o carro com um boneco vestido de astronauta no banco do motorista, viajando pelo espaço.

Aos dois minutos de voo, os dois foguetes propulsores se separaram e regressaram para a Terra, aterrissando perfeitamente na vertical, um ao lado do outro.

"Eu adoro a ideia de um carro navegando aparentemente sem parar pelo espaço e talvez sendo descoberto por uma raça alienígena milhões de anos no futuro", disse o empresário.

Musk divulgou um vídeo que mostra a trajetória desde o lançamento:

Falcon Heavy

O Falcon Heavy é projetado para transportar cargas úteis de muito maior peso do que um carro esportivo, com a SpaceX vangloriando sua capacidade de colocar cerca de 70 toneladas em órbita terrestre por um custo de US$ 90 milhões por lançamento.

A expectativa é de que a SpaceX, com sede na Califórnia, vai ganhar vantagem em relação às companhias de foguetes comerciais rivais que buscam contratos importantes com a Nasa, as Forças Armadas dos EUA, empresas de satélites e até mesmo com turistas espaciais pagantes.

Tesla Roadster

O esportivo foi o primeiro modelo da Tesla e ganhará um "upgrade" em 2020, que o colocará como o carro mais rápido do mundo em aceleração. De acordo com o anúncio feito em novembro passado, ele será capaz de ir de 0 a 96 km/h em 1,9 segundo.

Essa marca supera o próprio Tesla Model S P100D, o híbrido Porsche 918 Spyder e o Bugatti Chiron - todos com desempenho acima de 2 segundos.

O novo Tesla Roadster ainda é conversível e tem outra característica impressionante: uma carga de bateria dura cerca de 1.000 km.


Mais Lidos

Publicidades