Sem categoria

Dicas de como implementar a estratégia SEO no seu negócio

É verdade que existem muitas estratégias de marketing digital circulando no momento, de modo que parece até impossível acompanhar todas. Porém, se tem uma que é realmente diferente e pode mudar a história de uma empresa, é a de SEO.

Sigla para Search Engine Optimization, o que essa Otimização Para Motores de Busca faz é inserir as páginas de um site ou empresa naquela que se tornou a maior vitrine do mundo, que são os grandes buscadores como Google, Bing, Yahoo e Ask Brasil.

Basta pesquisar agora mesmo por algo como equipamentos de segurança eletronica, ou qualquer outra palavra-chave, para encontrar milhares ou milhões de resultados, tudo dentro de poucos segundos e personalizado conforme a pessoa que faz a busca.

De fato, é difícil alguma outra solução ou mesmo outras plataformas digitais concorrerem com algo assim, não é mesmo? Dentro desse universo, a maior referência continua sendo o Google, conforme pesquisas realizadas a cada ano que passa.

Na verdade, a diferença é assombrosa: dentro do mercado de buscas e pesquisas digitais, a marca representa nada menos que 93% de todas as pesquisas realizadas no mundo todo. Para ter uma ideia, o segundo lugar cabe ao Bing, que fica com apenas 2,4%.

Os dados são da Internet Live Stats, famosa empresa americana de pesquisas digitais. Ela também revelou que nos anos 2000 o Google somava no máximo 14 bilhões de pesquisas por ano (o que já era grande), hoje esse número está em 1,2 trilhão.

Ou seja, são mais de 3,5 bilhões de pesquisas por dia, sobre todo tipo de assunto, mas especialmente voltado para soluções que as pessoas buscam tentando resolver um problema, que é justamente onde entre o interesse das marcas.

Hoje, se uma pessoa precisa de uma solução como abertura de empresa simples, dificilmente ela vai ligar direto para um contador ou profissional da área. Também é incomum contar com panfletos físicos ou cartões de visita.

Então, se o contador quer estar disponível para quem precisa da solução, ele tem que aparecer nos buscadores como o Google. Ou seja, a famosa frase que diz “quem não é visto, não é lembrado” nunca foi tão verdadeira quanto hoje, no universo digital.

Por isso a otimização de páginas se tornou tão importante, sendo a grande responsável por garantir quais sites afinal serão os líderes em posicionamento. Também por isso decidimos escrever este artigo, trazendo as principais dicas da área.

O mais bacana é que esses conselhos e conceitos fundamentais podem ajudar todo tipo de segmento, pois o SEO pode ser vantajoso tanto para uma indústria química internacional quanto para uma gráfica local que faz etiquetas coloridas.

Então, se você quer entender melhor como esse universo incrível funciona, e começar a criar conteúdos bem ranqueados que geram cada vez mais oportunidades comerciais, basta seguir adiante na leitura.

SEO: do que exatamente se trata?

Ao falar em Search Engine Optimization ou Otimização Para Motores de Busca, pode parecer que estamos falando de algo muito complexo, que apenas programadores profissionais seriam capazes de compreender.

É claro que o mais aconselhável é que a pessoa tenha alguma noção de programação e criação de websites, mas no fundo a compreensão sobre a essência do SEO é algo acessível a qualquer usuário da internet.

Isso se deve à própria natureza do SEO, que foi criado com base na lógica dos artigos acadêmicos. Ali os autores que têm mais relevância são aqueles citados mais vezes no campo de bibliografias de outros trabalhos, certo?

Assim, uma monografia da área de TI que for tratar de algo como sistema de controle de acesso vai ser melhor na medida em que os autores citados como base bibliográfica sejam bons.

Pois bem, no mundo das buscas digitais isso se traduziu nos algoritmos e parâmetros que são capazes de ranquear as melhores páginas, com base nos links que elas fazem com outros sites da área, de pessoas que têm autoridade naquele segmento.

Assim, o SEO nada mais é do que uma otimização ou configuração das páginas de um site com base nas regras dos algoritmos. A grande revolução da Google está aí, na questão do mérito, que é o que permite que qualquer um de nós entenda do que se trata.

É o mérito de ser a melhor página, pois são as melhores que promovem aos usuários da plataforma uma melhor experiência de busca.

Afinal, se a pessoa pesquisa algo como cursos tecnicos online, está claro o tipo de solução que ela busca, então não pode nem deve vir algo que seja estranho a esse tipo de assunto.

Antes do Google criar esse sistema baseado em links e na qualidade ou autoridade do conteúdo de uma página, os parâmetros eram ineficientes, baseados na categoria da página ou mesmo na data de publicação.

Contudo, obviamente nada garante que um artigo mais antigo seja melhor do que um mais novo, por isso foi preciso mudar essa lógica.

Por outro lado, ao dizer isso é preciso considerar que os algoritmos da Google passaram por várias mudanças e avanços, e que o que dissemos até aqui foi apenas o começo. Então, vamos seguir adiante e aprofundar mais ainda.

Aprenda a colocar a mão na massa

Do que dissemos até aqui já ficou claro como o SEO funciona, qual sua lógica central e que tipo de cultura uma empresa precisa ter para gerar conteúdos bem ranqueados.

Ela precisa ter uma cultura de excelência e precisa dominar o assunto sobre o qual suas páginas vão tratar, certamente. Por outro lado, não se trata apenas de ter um texto bom, porque há aspectos técnicos que também estão em jogo.

O primeiro de todos é o das palavras-chave, que são um ótimo modo de já começar a colocar a mão na massa e fazer a diferença em termos de SEO.

Tudo começa com a pesquisa da melhor palavra-chave para aplicar. Por exemplo, é melhor usar “terceirização de TI” ou “terceirização tecnologia da informação”?

O próprio Google criou um sistema que ajuda nisso, que é a plataforma Google Keyword Planner. Ali você descobre quais palavras-chave ou keywords fazem mais sucesso no seu segmento, bem como as variações dela que você precisará trabalhar.

Como aplicar as melhores keywords?

Além de falar sobre a importância de fazer uma boa gestão de keywords, pesquisando muito bem qual delas merece ser utilizada e qual não merece, é preciso saber aplicá-las em termos adequados de SEO.

Para isso, elas precisam figurar em uma página da melhor maneira possível. Como vimos, não depende apenas do conteúdo ou mesmo de suas qualidades intrínsecas, mas também de técnicas objetivas.

Assim, o ideal é que a palavra-chave principal aparece nos seguintes campos:

  • No título do texto;
  • No primeiro parágrafo;
  • Na URL (barra de endereço);
  • Nos tópicos H2, H3, etc;
  • Na meta-description;
  • No título das imagens.

Nem todos campos são necessários sempre, mas é preciso fazer todo um trabalho de inserção da keyword para que ela seja reconhecida pelos algoritmos, assim deixando claro que aquela página entrega determinado conteúdo.

Por dentro dos famosos guest posts

É preciso pensar fora da caixa. Se a autoridade é algo fundamental, como vimos, que tal desfrutar um pouco da autoridade dos outros?

Em vez de ficar sentado esperando o resultado vir, é possível acelerar a gestão de links e da relação de suas páginas com outras mais relevantes.

O guest post nada mais é que uma troca de artigos, de modo que nos seus você coloca um link para o site do parceiro e vice-versa.

Por exemplo, você desenvolve arte para banner promocional, então encontra uma fabricante desse tipo de banner, que já tem autoridade e pode indicá-lo, já que os dois não fazem exatamente a mesma coisa, então podem se ajudar mutuamente.

Considerações finais

Parece estranho falar em tendência “moderna” de algo que começou a crescer dos anos 2000 para cá, mas a verdade é que os algoritmos se modernizaram muito nos últimos anos.

Por isso, agora que já falamos sobre como implementar as estratégias de SEO, queremos falar sobre algumas dicas de ouro para você se diferenciar.

Uma delas é a tecnologia mobile, pois a maioria dos acessos hoje ocorre pelo celular, então se a sua página for responsiva e se adaptar ao dispositivo do usuário, seja ele um celular ou um tablet, saiba que seu ranqueamento será melhor.

Outro exemplo é o voice search, que vai no mesmo sentido, mas lida com a gestão de keywords. Por exemplo, se antes um usuário digitava “sinalização de segurança”, ao falar talvez ele use algo como “tudo sobre sinalização de segurança empresarial”.

Leve isso em conta daqui para frente, pois cada vez mais o mundo mobile vai influenciar o layout, as palavras-chave e todo o universo SEO. Fazendo isso, certamente você sairá na frente da concorrência, e agradará mais ainda o seu público.

Com isso chegamos ao fim, deixando claro que implementar estratégias de SEO no seu negócio é algo realmente acessível. Além de que pode mudar os rumos da sua empresa, gerando muito mais parcerias e oportunidades comerciais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo